notícias

Maldição? Pela terceira vez, cantor Amado Batista passa por sufoco em viagem e avião tem que pousar às pressas

Maldição? Pela terceira vez, cantor Amado Batista passa por sufoco em viagem e avião tem que pousar às pressas

13

maio

Um avião que transportava o cantor Amado Batista fez um pouso de emergência no aeroporto de Jequié, sudoeste da Bahia, na noite de domingo (12). Essa já é a terceira vez que isso acontece com o cantor em menos de 10 anos. A prefeitura de Jequié informou que a aeronave de Amado Batista se aproximou do Aeroporto Vicente Grillo, em Jequié, após o pôr do sol, quando o terminal não funciona noturna e a pista fica apagada, não tendo condições de pouso. Famosos no velório de Caio Junqueira, Guilherme de Pádua vira pastor, Amado Batista namora mulher de 19 anos e mais A aeronave conseguiu pousar após carros serem levados ao local e acionarem os faróis para iluminar a pista e auxiliar no pouso, conforme registro de imagens de testemunhas. Ao serem procurados, a assessoria de Amado Batista informou que nem o cantor e nem a equipe irão se manifestar sobre o caso.   Ainda segundo a prefeitura de Jequié, os comandantes de aeronaves sabem quais os aeroportos no Brasil possuem balizamento para operação noturna. +Globo humilha jogador ao vivo, Casagrande pede desculpas e detona a emissora: “Ridículo” “Diante desse aspecto técnico, considerado básico para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), qualquer piloto que tente o pouso noturno em aeroporto sem esses equipamentos, como é o caso de Jequié, assume toda e total responsabilidade pela operação, salvo em caso de emergência, que deve ser esclarecido e comprovado às autoridades militares logo após o pouso forçado”, diz a nota da administração municipal. Ninguém ficou ferido, e o cantor se apresentou normalmente no show que estava previsto para ocorrer em um clube da cidade. Com a situação, a prefeitura de Jequié informou que o pouso no Aeroporto Vicente Grillo, nas condições apresentadas, é de inteira responsabilidade do comandante da aeronave e que o procedimento será comunicado à Anac. Esta foi a terceira vez em sete anos, que um avião do cantor Amado Batista precisa fazer um pouso de emergência na Bahia. Em 2012, um o pouso de emergência ocorreu na rodovia BA-262, perto da cidade de Aracatu. Onze pessoas estavam dentro da aeronave – dez integrantes da banda e um piloto -, que não sofreram ferimentos. O cantor não estava no voo. +Após anos de silêncio, Zilu expõe mentira de Zezé Di Camargo e revela que flagrou o cantor a traindo com Graciele Lacerda Em 2018, quando ele seguia para um show em Vitória da Conquista, também no sudoeste baiano, a aeronave que ele estava também precisou fazer um pouso de emergência. Maldição? Pela terceira vez, cantor Amado Batista passa por sufoco em viagem e avião tem que pousar às pressas; veja imagens Foto: Reprodução Ainda no ano passado, a Anac informou que o avião usado pelo cantor foi interditado por conta de indícios de que era um táxi-aéreo clandestino. +Globo humilha jogador ao vivo, Casagrande pede desculpas e detona a emissora: “Ridículo” A Prefeitura de Jequié emitiu nota informado que o Aeroporto é de domínio e responsabilidade do Governo do Estado da Bahia, ”cabendo a Prefeitura, em forma de cooperação técnica, a sua manutenção básica e a segurança do espaço interno e no seu entorno, durante seu uso esporádico”. O avião é de de propriedade da AB Promoções e Produções Artísticas e Gravadora Ltda EPP, CNPJ 47.509.120/0001-82, do cantor Amado Batista, que se apresentou em um evento privado na AABB de Jequié. Maldição? Pela terceira vez, cantor Amado Batista passa por sufoco em viagem e avião tem que pousar às pressas; veja imagens Foto: Reprodução ”Todos os comandantes de aeronaves conhecem bem, através do Sistema ROTEAR, quais os aeroportos no Brasil que possuem balizamento para operação noturna. Diante desse aspecto técnico, considerado básico para a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), qualquer piloto que tente o pouso noturno em aeroporto sem esses equipamentos, como é o caso de Jequié, assume toda e total responsabilidade pela operação, salvo em caso de emergência, que deve ser esclarecido e comprovado às autoridades militares logo após o pouso forçado. do exposto, a Prefeitura de Jequié, finaliza, informando que o pouso dessa aeronave no Aeroporto Vicente Grillo, nas condições acima apresentadas, é de inteira responsabilidade do comandante da aeronave e que tal procedimento será comunicado a ANAC, com o objetivo de evitar procedimentos aéreos considerados de risco para a população e também o espaço aéreo da cidade”, concluiu a nota emitida pela assessoria de comunicação da Prefeitura, tendo informado também que Amado já estava na cidade, desde as 16h. As informações e foto são do Blog Marcos Frahm.

visitante

1 6 3 3 7 0

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar