notícias

Michelle Obama: 'Até hoje me pergunto se sou boa o suficiente'

Michelle Obama: 'Até hoje me pergunto se sou boa o suficiente'

04

dezembro

Em lançamento de seu livro em Londres, ex-primeira-dama dos EUA fala sobre ser mulher e ter de provar sua capacidade à exaustão


LONDRES - A ex-primeira-dama dos EUA Michelle Obama retornou ontem a Londres — uma cidade que a marcou no primeiro mandato de seu marido — para lançar seu livro de memórias “Minha história” (ed. Companhia das Letras), best-seller instantâneo que já vendeu dois milhões de cópias nos EUA e no Canadá. Recebida por uma plateia eufórica de milhares de pessoas que a aplaudiram de pé num auditório lotado, ela mostrou que seu poder hoje extrapola as fronteiras da política americana. Michelle virou uma celebridade global.

Entrevistada pela escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, uma referência feminista, autora de "Meio sol amarelo" e "Americanah", a ex-primeira-dama brincou com o público, fez piadas sobre casamento, emocionou-se ao falar do pai, morto aos 55 anos, e relembrou um encontro hilário com a rainha Elizabeth II, por quem ela e o ex-presidente Barack Obama têm um imenso afeto. Livre das amarras dos protocolos oficiais, ela falou principalmente sobre como mulheres negras acabam se sentindo diminuídas por círculos de poder que não querem sua ascensão e sobre a pressão que carregou por ter sido a primeira afro-americana a morar na Casa Branca. A principal mensagem do livro é sobre o poder da educação.

visitante

1 4 8 3 2 3

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar